Empresas são constituídas por vários elementos. Na sua criação, entram em cena os sócios, o capital inicial, e a vontade de exercer uma atividade. A seguir, vão sendo agregados outros elementos físicos: instalações, máquinas e equipamentos de produção, produtos, estoques, funcionários, clientes e fornecedores, etc. E também elementos intangíveis, como reputação no mercado, valor social e ecológico na comunidade, e, muito importante, a marca; tanto a marca de um produto ou linha de produtos como a marca da própria empresa, seu nome e o significado que ele carrega.

A soma desses elementos é que definirá o que é a empresa, qual seu papel no mundo, e o que se pode ou deve esperar dela no dia a dia. Na atualidade, os fatores que influenciam mais fortemente o resultado das organizações são os que dizem respeito a como ela é vista pelos demais players do mercado. A reputação da empresa é diretamente associada à sua marca, fazendo o processo de estabelecimento e manutenção desta, o Branding, tornar-se fundamental para o sucesso nos negócios no longo prazo.

E o Branding não se resume à criação estrutural de logotipia e demais itens de arquitetura e marketing da marca. Ele engloba também a identidade por trás desta marca, ou seja, a filosofia de trabalho e de atitudes diárias da empresa e de seus componentes, aqueles citados acima. Como esses componentes se relacionam com essa identidade? As pessoas envolvidas com a empresa e com sua marca tem sinergia com a missão, conceito, proposta e objetivos que envolve a empresa e  um sentimento de pertencimento a este conjunto, de comprometimento não somente ao significado expresso pelo nome e símbolo utilizados para identificá-lo. Não basta a empresa TER a marca como um ativo, um patrimônio intangível com valor monetário a ele atribuído. A empresa também precisa SER sua marca, operar diariamente de acordo com a proposta que ela transmite, funcionar em cada tarefa ou ação de acordo com a filosofia ali resumida.

A importância deste Branding Comportamental no ambiente da organização é muito grande, e o ideal é definir sua implementação já no Planejamento Estratégico da empresa, para que seja transmitido capilarmente a cada funcionário e parceiro integrante da mesma. Desta forma, a consolidação da identidade por trás da marca terá eficiência máxima.

Trate bem sua marca, e bons negócios!!